quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo




O ano de 2014 foi, sem dúvida, um ano marcante. Praticamente o meu ano revelação. Quanto a 2015 espero que seja o ano de: arriscar, arriscar, arriscar.
Destaques de 2014:
Contos
O Esplendor da Rainha
 
Poemas
Benfica
 
Frases Soltas
Eu, Incêndio, Épico
 
Aventuras
Uma Aventura em Angola
 
Sugestões
E Viva os Escritores Angolanos
 
Muito obrigada pela visita e bom ano para si,
 
Katya Figueiredo

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

FELIZ NATAL

Paz,amor,saúde e felicidade é tudo que eu desejo para si.
Grata pela visita,

Katya Figueiredo

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Por Seres Tu


 

Tu és o que eu chamo de fogo.

És a chama em mim

Que bem queima toda minha alma.

Violo todas regras deste jogo

Para mim, não há cá fim

Ou morre-se ou se ama.

Confesso-me.

Nada melindrada com tamanha desafeição

Quero mais é conquistar-te,

 Desviando-te por recônditos atalhos.

Por mais que teu desprezo me bata

Meu cândido coração

 Insiste, persiste em chamar-te,

Grita aflito e não resiste

A lembrança do verde dos teus olhos.

Apaixonei-me.

Que mais posso eu dizer de toda esta desgraça?!

Está visto que bem me maltrata,

Mas ainda assim tem lá a sua graça

Por seres tu.
Katya Figueiredo                   

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Finally Happiness

Bom dia
Finalmente, férias. Tempo para esgotar o meu brinquedo novo, tempo para mim e tempo para o blog. E, para comemorar, por que não ouvir This How you Remind Me dos Nickelback? Uma música de que gosto muito e remete-me para uma altura em que um grupo de amigos, colegas, conhecidos, íam à praia, às duas da manhã,jogar futebol. Às três da manhã corriam à beira da praia mais um ou dois quilômetros. Às três e meia, isto em pleno inverno, entravam para o mar. Às quatro sentavam-se no capô ou andavam à volta dos seus carros a devorar sandes e a beber sumos da Compal. Ao mesmo tempo dançavam e cantavam, precisamente, esta música. Felicidade plena, ou melhor, momentos de pura felicidade porque chamar a isto "Felicidade Plena" seria o mesmo que acreditar cegamente no paraíso. A meu ver, felicidade são pequenos e fantásticos flashes que, de quando em quando, a vida nos proporciona, e é bom que se saiba aproveitar para mais tarde recordar, párar, sorrir e dizer: eu era Feliz, Sabia, e Aproveitei.
Happiness para si também e bom fim-de-semana.
 
 

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Luzes

Lisboa
e luzes
sobre os meus olhos
Um dia
serei uma estrela.

 

Bom dia e bom trabalho,
 
Katya Figueiredo

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Believe

Tudo é possível
quando o mundo ainda é visível.

Katya Figueiredo

 
Bom dia e bom fim-de semana

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Ela Chama-se Nikon


Boa noite

Estou cansada e a dar corda aos dedos que lutam contra o frio que quase os impede de criar seja o que for mas, sobretudo, estou feliz. Feliz porque acabei de ser mãe duma linda menina. Uma vez que o meu objectivo aqui é fazer arte e não bebés deixe-me esclarecer: a minha linda menina é a máquina fotográfica da foto abaixo. Sim, é mesmo essa, e eu estou completamente babada por ela.

À primeira vista pode parecer uma futilidade «yeh tenho uma máquina nova» mas para mim tem grande importância. Sempre tive gosto pelas artes, o que faz de mim uma mulher de muitas paixões e a fotografia é só uma delas. Lembro-me, na adolescência, quando comprei a minha primeira máquina, vizinhos, familiares e amigos pediam-me para tirar-lhes fotos. Tirava, depois ia revelar e eles pagavam-me pelas fotos. Eu ia a correr comprar mais rolos e a história recomeçava. Gastava parte da minha mesada nisso mas, dava-me muito prazer. Depois da minha primeira máquina seguiram-se outras igualmente pequenas. Esta é a minha primeira semi-profissional. Ora, assim sendo, o meu comportamento de miúda eufórica numa loja de barbies é compreensível. Uma vez que já não posso brincar com barbies: se o fizesse era bem provável que a sociedade me internasse num hospício; visto haver uma idade limite para se brincar com bonecas; arranjei alternativas, a fotografia. Agora seriamente falando; a fotografia é para mim muito mais que uma brincadeira. Aliás, espero, muito em breve, partilhar consigo as fotos da minha próxima aventura. E, provavelmente, serão tiradas com a minha linda menina.
Continuação de boa semana,

 

Katya Figueiredo

sábado, 6 de dezembro de 2014