sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Coração Apertado

Hoje estava mesmo com vontade de escrever um conto,que tenho em mente,e partilhar no blog.Mas,este fim-de-semana será de tudo menos de descanso.Provavelmente será passado entre lentes,tripés,claquetes, perx e outras coisas mais.Por isso,vou-me limitar a partilhar consigo uma música do sweet Jeff. Não tenho a certeza se já partilhei esta.Se sim,bem«quando gosto de algo gosto deeply»é natural que partilhe muitas vezes.Aliás, quem é que se cansa desta voz sublime???Eu não (risos).Ela tem a capacidade de aquecer-me o coração,incendiá-lo,arrefecê-lo e depois deixá-lo como novo.É preciso ser um génio de artista para um feito destes.
Interessante,já sinto a minha veia poética rebentar e prestes a jorrar todo seu sangue para o papel.Antes que coloque a coroa de louros de Camões e me ponha para aqui a poetizar,vou dormir; para cedo erguer.
Bom fim-de-semana e sonhos poéticos para si também.


terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Força Maior

Force Majeure é um filme sobre uma família, aparentemente estável, que vai de férias para os Alpes Franceses. Porém, tudo descamba quando o marido,num momento crítico, por pura cobardia ou instinto de sobrevivência resolve salvar as luvas e o telemóvel deixando a família para trás.
 Nós, as mulheres, crescemos a acreditar, a ver, e ler histórias em que quase sempre são eles heróis. Com eles nada temos a temer e estamos sempre protegidas. Mas depois, quando acontece-nos cenas destas admiramo-nos. Acontece que a realidade é bem diferente, a coragem no sexo masculino é muito relativa. Pode mesmo acontecer termos ao nosso lado um homem que desmancha-se à primeira barata que se lhe põe à frente. Resultado: temos de ser nós a resolver o problema. Não há mal nenhum em ser medroso, no entanto, há que se assumir isso, e, quanto a nós, há que decidir se é algo que nos deixa confortável ou não.
Em última análise, este filme, é uma linda história com momentos hilariantes, diálogos fortes e, se se quiser, também uma reflexão.
 

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

O Mundo do Cinema

 Depois de dois fins-de-semana ,inteiros, a rodar curtas, ontem, tive a oportunidade de passar o dia todo, na rodagem de uma longa-metragem, com cineastas, realizadores, produtores, e actores bastante conceituados.
Antigamente, quando ia ao cinema, limitava-me simplesmente a aproveitar o momento, seguir a história, perceber e depois fazer uma análise do filme. Hoje em dia, quando vejo um filme perco cerca de dez minutos a analisar os planos, luzes, cortes, efeitos, todas aquelas questões técnicas dum filme. E, quando me foco na história, sem querer, perco-me a analisar toda estrutura narrativa. Dir-se-ia mesmo, que agora vejo um filme com olhar crítico e também como uma ferramenta de aprendizagem.
As pessoas acham que fazer cinema é espectacular, e, na verdade, é brutal. Aliás, o meu sorriso exagerado ,nas fotos, é a prova disso. Mas isto de produzir filmes tem muito que se lhe diga. É preciso ter muita paciência, saber ceder, ter espírito de equipa, conhecer bem os outros, gostar muito e trabalhar bastante.
Por detrás de um filme há sempre: cineastas, realizadores, produtores, director de fotografia, assistentes de realização, direcção de arte, som, imagem e uma série de factores importantes a ter em conta antes duma rodagem. Há também aqueles pormenores chatos que fogem ao nosso controle. Por vezes, temos tudo pronto para começar a filmar e, de repente «avião a passar» «corta» ou «alguém tossiu» «corta» e começa-se tudo outra vez. Nisso, o tempo vai passando, o cansaço vai tomando conta de nós e no dia seguinte, provavelmente, temos de acordar cedo outra vez. Resultado: acordámos  com os olhos do tamanho de bolas de hóquei.
Resumindo, tirei muitas fotos, mas, infelizmente, não posso dizer nada sobre o filme nem partilhar consigo as fotos até a estreia deste. No entanto, deixo aqui algumas fotos, que posso partilhar, desses dias cansativos, mas fantásticos.
 
Katya Figueiredo
 
 




VINCENT CASSEL,ACTOR FRANCÊS
OBS:TOUCH,PORTMAN
JESUÍTA BARBOSA,ACTOR BRASILEIRO

 Photos by N.F, Katya, H,G.T
 

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Bom Dia

Bom dia, bom dia e bom dia.
Finalmente tenho tempo de cá vir. Finalmente tenho uns dias de descanso. Finalmente felicidade, outra vez. Para comemorar Black Sabbath yessss.
Continuação de bom dia,

Katya Figueiredo