sexta-feira, 15 de maio de 2015

Quero-te

Há por aí um homem que procuro
Só não o vejo porque está escuro
Mas sei que existe
E viaja noite dentro pelo obscuro
Chega-se a mim enquanto durmo
e sussurra-me suave ao ouvido:
Te quiero
Te quiero como nunca antes te ha querido.


Bom fim-de-semana,

Katya Figueiredo

domingo, 10 de maio de 2015

Viciada emTi

É na perfeição da tua imperfeição

que perco o controle.


Bom dia e boa semana

Katya Figueiredo


sexta-feira, 8 de maio de 2015

Espírito Livre

Há quem diga que é guiado por Deus
Eu sou guiada pelas batidas do meu coração.


Seja lá o que for que o/a guie,procure ser feliz e tenha um bom fim-de-semana,

Katya Figueiredo

terça-feira, 5 de maio de 2015

Concerto do Anselmo Ralph

Bom dia
Quando surgiu a oportunidade de ir ao concerto do Anselmo aceitei de imediato.Não sou propriamente fã mas gosto muito da sua música.Na minha opinião, o Anselmo é dos poucos cantores angolanos que tem letras de jeito.Ou seja,ele não cai na banalidade de "assassinar letras" e rimar grelha com velha,cantaré com falaré, , buereré entre outras cacofonias,calão de baixo nível ou o que se quiser. Numa primeira fase até tem graça,mas,isto para os amantes da escrita,sejamos honestos«Não tem piada» .É daquelas letras ou frases que quando proferidas até o túmulo de Camões estremece.
O Anselmo parece ser uma pessoa humilde,qualidade que eu aprecio,humana,sabe cativar o público,miúdos e graúdos,canta bem,gosto da voz dele e não me parece que fique muito a dever ao computador.Consequentemente, decidi partilhar consigo o meu momento"Ralph"«Anselmo és o peixe no meu aquário,amo-te de trilhões,és o angolano com mais swag,leva-me a garimpar para Angola e faz de mim a tua única mulher,ou melhor, segunda,terceira,quarta».Bem,o melhor é ficar por aqui.Aliás,não tenho nada a ver com esse discurso (risos).



































At Alentejo,Portugal
Photos by Katya Figueiredo

Se ainda não ouviu...Anselmo Ralph video

domingo, 3 de maio de 2015

A Despedida

Sem mais forças para lutar amanhã,
Hoje,meu amor,com o coração dilacerado despeço-me!...

Katya Figueiredo