quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Roupas de Sangue

Bom dia
Que a indústria petrolífera é a mais poluente do planeta já todos sabemos.O que muito pouco se sabe é que a indústria da moda é a segunda indústria mais poluente.As grandes multinacionais produzem mais do que nunca e nós consumimos desmesuradamente.Mal  se estreá uma colecção e já lá está,nas lojas,uma outra, e nós,sem pestanejar corremos até lá para comprar.Não necessariamente porque precisamos,mas porque o preço é aliciante e também é uma forma de nos compensarmos pelos bens que não podemos adquirir.À primeira vista, o que parece-nos,ao comprarmos roupas baratas,um bom negócio não passa de mera ilusão.A factura virá mais tarde e,provavelmente,com um valor insustentável.Chamam-lhe Fast Fashion,com gosto a consumimos e ainda nos vangloriámos por isso.A mesma, que muitos pagam com a vida, tudo para termos a ilusão de que com grandes quantidades dela somos muito mais felizes.As marcas optam por montar as fábricas em países em que a mão de obra é barata e,sem falar no milhares de litros de água com crómio que escoam nos rios,os pesticidas e o algodão modificado, as condições que oferecem a essas pessoas são péssimas,desumanas e, o salário, miserável.Não adianta dizer«isto foge ao meu alcance,nada posso fazer».Há sempre algo que possamos fazer.Como:apostarmos mais em marcas nacionais ou produtos fabricados nos países de origem e comprarmos apenas aquilo que realmente precisámos.Um simples gesto que pode fazer uma enorme diferença, obrigando a indústria da moda a repensar nas suas estratégias de produção, de marketing,a melhorar as condições de vida dessas pessoas e remunerá-las de forma justa.
The True Cost é um documentário interessante que retrata este triste facto.


Sem comentários:

Enviar um comentário